terça-feira, 2 de maio de 2017

Guerra de facção no Rio de Janeiro

Escolas fechadas, ônibus queimados, trânsito parado, assim amanheceu o Rio de Janeiro nesta terça-feira (02/05) 

A Polícia Militar do Rio de Janeiro prendeu até o começo da tarde desta terça-feira 40 suspeitos (outros dois menores de idade foram apreendidos), além de ter apreendido 32 fuzis e dez granadas durante operação na Cidade Alta e Parada de Lucas depois que os criminosos incendiaram os coletivos


O porta-voz da Polícia Militar, Major Ivan Blaz, informou que o incêndio aos ônibus se deu após uma facção criminosa rival tentar invadir a comunidade da Cidade Alta.

“Tivemos uma tentativa de ataque de uma facção rival a facção que opera na Cidade Alta, tivemos um grupo invasor nesta região. A polícia foi demandada por conta de solicitação de moradores, para que pudéssemos garantir segurança e estabilizar o terreno.
Uma vez encurralados, os criminosos acionaram forças auxiliares, moradores de outras comunidades, para que promovessem atos de baderna e terror.


Por conta disso, estamos vendo ônibus incendiado em Duque de Caxias, na comunidade da Maré e outras comunidades ao longo da Avenida Brasil. Isso é uma tentativa de dispersar o policiamento para que o grupo criminoso encurralado na Cidade Alta possa sair”, afirmou o porta-voz da PM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário