sexta-feira, 7 de julho de 2017

Ônibus são queimados em protesto após morte em favela no Rio


Um homem morreu após ser baleado nesta sexta-feira (4) durante uma operação da polícia na UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) São Carlos, região central do Rio de Janeiro.
É a quinta morte em decorrência de bala perdida em pouco mais de uma semana --todas ocorreram em comunidades com UPP. Por volta das 13h30, moradores da favela atearam fogo em dois ônibus em protesto.
Os coletivos estavam próximos a saída do viaduto Santa Bárbara, vizinho ao Sambódromo, no centro da capital.


Nenhum comentário:

Postar um comentário